Trilhas nos arredores de Interlaken

Moldura: as montanhas Eiger, Mönch e Jungfrau
Moldura: as montanhas Eiger, Mönch e Jungfrau

Tem quem faça o famoso passeio pela centenária ferrovia suíça da Jungfrau, que completou 100 anos em 2012, como uma bate e volta de Zurique (duas horas de trem) ou Berna (uma hora), mas é muito desgastante. Há vários horários por dia, mas só para subir e descer a montanha a partir de Interlaken são necessárias mais de quatro horas, com trocas de trem e mudanças significativas de altitude e de temperatura. E cansa caminhar na neve (inclusive no verão) a mais de três mil metros de altitude.

Um dos lagos de Interlaken visto do  Schynige Platte
Um dos lagos de Interlaken visto do Schynige Platte

Além disso, vale a pena ficar mais um dia em Interlaken para fazer um percurso diferente pela montanha. Desembarque em um vilarejo simpático, como Wengen, por exemplo, e aproveite uma das muitas trilhas da região. Uma das melhores épocas para caminhadas é no início do outono. No alto verão, acredite, faz muito calor.

O bar e as montanhas
O restaurante do Schynige Platte e o maciço alpino

Outra linda opção de passeio em torno da Jungfrau é pegar um trenzinho histórico de bancos de madeira rumo ao Schynige Platte, a quase dois mil metros de altitude, de onde se tem a mais bela vista dos picos sempre nevados de Eiger, Mönch e Jungfrau lado a lado. Muito procurado para trilhas entre abril e o final de outubro, a área tem um jardim alpino, com mais de 600 plantas, incluindo a adorável edelweiss, florzinha branca que é um símbolo dos Alpes europeus. Um bar, um restaurante e um charmoso hotel, em que cada quarto tem decoração distinta, completam o complexo da montanha. Numa colina ao lado, grandes molduras amarelas enquadram a paisagem.

A flor branca dos Alpes
A flor branca dos Alpes

Nos platôs, tocadores de imensas trompas alpinas fazem o seu show, gratuitamente. No meio da tarde, desmontam as trompas e pegam o trem montanha abaixo junto com os turistas.

Trompas alpinas descansam no fim do dia
Trompas alpinas descansam ao fim do dia

Como chegar

Trem: A melhor maneira de circular dentro da Suíça é de trem. O Swiss Pass dá direito a viagens de trem, ônibus e barco por períodos de quatro dias a um mês, a partir de 272 francos suíços, e oferece também desconto de 50% em bilhetes de teleféricos e trens de montanha.

Schynige Platte: Ida e volta de trem a partir de 69,80 francos suíços. Desconto de 50% com Swiss Pass.

(Versão atualizada de texto originalmente publicado na revista Boa Viagem do jornal O Globo.)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s